sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

QUEM SÃO OS PARLAMENTARES QUE VOTARAM CONTRA A FRAUDE FISCAL DE DILMA

FONTE:http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil/tag/pln-36/

No post anterior, eu dei a lista dos parlamentares que votaram a favor da fraude fiscal de Dilma e limparam a cena do crime. A pedidos, seguem os nomes daqueles que votaram contra a manobra do governo petista (PLN 36) e honraram, no mínimo, 51 milhões de brasileiros que demonstraram nas urnas, em outubro, seu repúdio à presidente.
Destaque para o deputado federal Tiririca, que contrariou a orientação de seu partido e votou NÃO, distinguindo-se de todos os outros 21 deputados governistas do PR.
De fato, era palhaçada demais para o nível dele.
DEPUTADOS:
DEM
Abelardo Lupion PR Obstrução
Alexandre Leite SP Não
Efraim Filho PB Não
Felipe Maia RN Não
Lira Maia PA Não
Mandetta MS Não
Mendonça Filho PE Não
Onyx Lorenzoni RS Não
Rodrigo Maia RJ Não
Ronaldo Caiado GO Não
PDT
Reguffe DF Não
PMDB
Alceu Moreira RS Não
Edinho Bez SC Não
Fábio Trad MS Não
Marçal Filho MS Não
PP
Afonso Hamm RS Não
Dilceu Sperafico PR Não
Guilherme Mussi SP Não
Jair Bolsonaro RJ Não
Jerônimo Goergen RS Obstrução
Julio Lopes RJ Não
Luis Carlos Heinze RS Obstrução
Renato Molling RS Não
Roberto Balestra GO Não
PPS
Arnaldo Jardim SP Não
PR
Tiririca SP Não
PROS
Miro Teixeira RJ Não
PSB
Abelardo Camarinha SP Não
Alexandre Toledo AL Não
Dr. Ubiali SP Não
Júlio Delgado MG Não
PSC
Pastor Marco Feliciano SP Não
Takayama PR Não
PSD
André de Paula PE Não
Eleuses Paiva SP Não
Marcos Montes MG Não
Ricardo Izar SP Não
Thiago Peixoto GO Não
Vilmar Rocha GO Não
PSDB
Antonio Carlos Mendes Thame SP Obstrução
Antonio Imbassahy BA Não
Bruno Araújo PE Não
Domingos Sávio MG Não
Duarte Nogueira SP Não
Emanuel Fernandes SP Não
Izalci DF Não
Jutahy Junior BA Não
Luiz Carlos AP Obstrução
Luiz Carlos Hauly PR Não
Luiz Pitiman DF Obstrução
Mara Gabrilli SP Não
Nilson Leitão MT Não
Paulo Abi-Ackel MG Não
Raimundo Gomes de Matos CE Não
Ricardo Tripoli SP Obstrução
Ruy Carneiro PB Não
Vaz de Lima SP Não
Wandenkolk Gonçalves PA Não
William Dib SP Não
PTB
Arnaldo Faria de Sá SP Não
Eros Biondini MG Não
PTdoB
Luis Tibé MG Não
PV
Henrique Afonso AC Não
Roberto de Lucena SP Não
Solidariedade
Augusto Coutinho PE Não
Aureo RJ Não
Carlos Manato ES Obstrução
Dr. Grilo MG Obstrução
Laercio Oliveira SE Não
Zé Silva MG Não
SENADOR:
Waldemir Moka MS Não
* Os demais senadores de oposição não compareceram à votação, na tentativa de não dar quorum. Mas o presidente do Congresso, Renan Calheiros, completou consigo mesmo o número necessário, o que não é usual, e a votação aconteceu.
Veja o caso completo aqui no blog:
2) “Quem critica o governo aqui é arrancado e agredido!” E quem troca “vai pra Cuba” por “vagabunda” é atendido!;
4) Lista dos parlamentares que votaram a favor da fraude fiscal de Dilma e limparam a cena do crime

FONTE: http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil/tag/pln-36/
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visitas dos lugares mais distantes

CAMPANHA MUNDIAL DE ORAÇÃO 2011 EM MACAPA (AP)

Loading...

Minha lista de blogs

Aborto diga não!

Aborto diga não!
1999 - Um fotógrafo que fez a cobertura de uma intervenção cirúrgica para corrigir um problema de espinha bífida realizada no interior do útero materno num feto de apenas 21 semanas de gestação, numa autêntica proeza médica, nunca imaginou que a sua máquina fotográfica registaria talvez o mais eloquente grito a favor da vida conhecido até hoje.

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.

Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX).

Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença".

Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias.

Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.

Fonte:www.apocalink.blogspot.com