terça-feira, 13 de outubro de 2009

BATALHA ESPIRITUAL EM NÍVEL ESTRATÉGICO- C.Peter Wagner

Espíritos territoriais como a Rainha dos céus, não deveriam estar nos tronos espirituais das nações como na Turquia ou no Japão, onde ela reina como a deusa sol; ou como no México, onde ela é conhecida como a Virgem de Guadalupe ou como em Nepal, onde ela é Sagarmartha ou das cidades como Calcutá, onde ela é vestida, mascarada como Cali
Jesus Cristo devia estar nestes tronos


E somente na hora que as trevas forem afastadas e a Luz do Evangelho resplandecer que a plena benção de Deus será derramada nas nações e no seu povo.
Quando Paulo escreve aos crentes de Éfeso, ele diz que ele está orando "para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos conceda espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento dele." (Efésios 1:17
Antes de fazermos batalha espiritual em qualquer nível, e particularmente no nível estratégico, revelação é absolutamente necessário
Nós temos que ouvir de Deus e permitir que Ele que se revele e revele a Sua vontade para nós. 
Daí é preciso pedir sabedoria para saber como interpretar o que ouvimos e como agir sob os comandos de Deus
Revelação sem sabedoria pode levar a tolice. 
Sabedoria sem revelação pode nos levar a um beco sem saída.

"Na terra ele não tem igual"

Esta sabedoria e revelação não se referem à sabedoria e revelação geral
Especificamente isso fala daquilo que Paulo descreve como e qual a suprema grandeza do seu poder para com os que cremos, segundo a eficácia da força do seu poder; (Efésios 1:19)
Depender do poder divino de Deus é essencial
Somente aqueles que têm tendências a suicídio deveriam entrar em guerra espiritual confiando em suas capacidades humanas
Martin Lutero, no seu hino glorioso de guerra espiritual, "Castelo forte é o nosso Deus", menciona o diabo, e, em seguida diz: "Na terra ele não tem igual". 
Isso é tão verdadeiro! 
Somente o imenso poder de Deus pode nos sustentar enquanto avançamos agressivamente contra as forças das trevas.
Que nível de batalha espiritual tem Paulo em mente quando ele escreve aos Efésios? 
Ele diz que Jesus está à direita do Pai e está acima de todo principado e potestade, poder e domínio (Efésios 1:21). 
Sem dúvida, Diana dos Efésios e o sacrifícios no seu ornado templo estão na mente de Paulo. 
Jesus é superior a Diana e a todos os espíritos territoriais semelhantes, não importa quanto tempo eles têm governado os povos ou a cidade. 
Os exércitos de Deus estão sendo chamados para instalar nos mais altos níveis espirituais o Governo que por direito é do Rei dos Reis e Senhor dos Senhores! Tudo isto está no primeiro capítulo de Efésios
Ao longo desta epístola, Paulo continua a colocar outras peças em ordem até ele chegar no desfecho do capítulo seis onde ele declara, entre outras coisas, que "nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes." (Efésios 6:12). 
Isto é claramente batalha espiritual em nível estratégico.

FONTE: CONFRONTANDO A RAINHA DOS CÉUS - Cap. 2 - C. Peter Wagner

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante! Através dele terei oportunidade de aprender mais! Muito obrigado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visitas dos lugares mais distantes

CAMPANHA MUNDIAL DE ORAÇÃO 2011 EM MACAPA (AP)

Loading...

Minha lista de blogs

Aborto diga não!

Aborto diga não!
1999 - Um fotógrafo que fez a cobertura de uma intervenção cirúrgica para corrigir um problema de espinha bífida realizada no interior do útero materno num feto de apenas 21 semanas de gestação, numa autêntica proeza médica, nunca imaginou que a sua máquina fotográfica registaria talvez o mais eloquente grito a favor da vida conhecido até hoje.

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.

Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX).

Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença".

Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias.

Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.

Fonte:www.apocalink.blogspot.com