segunda-feira, 5 de julho de 2010

OS SETE PRINCIPADOS DO REINO DAS TREVAS - Parte 1

Os Sete Principados do Reino das Trevas (Conforme Ensinado aos Feiticeiros Iluministas)
1) Rege — É o general do ocultismo. 
Lida com as drogas alucinógenas, como maconha, haxixe, cocaína, LSD, mescalina e outras. 
Essas são as drogas da feitiçaria, que atacam e abrem a mente para que um demônio possa entrar na pessoa
Como já dissemos várias vezes em outros artigos, historicamente, as pessoas que entram no ocultismo consomem drogas para expandir seus níveis de consciência ocultista
O consumo de drogas é absolutamente essencial para a prática de feitiçaria e compõe um dos três passos do satanismo

2) Larz — Demônio da lascívia sexual, da homossexualidade, bissexualidade, adultério, e outras perversões sexuais.
3) Baco — Demônio dos vícios, como drogas, fumo e álcool. 
Eu nunca pensei que o vício constituísse uma das condições básicas do espírito humano, uma fraqueza tão importante que Satanás a estabeleceria como uma de suas divisões principais. 
Mas, não estou surpreso, pois a Bíblia ensina que os incrédulos são escravos do pecado e do mestre do pecado, Satanás
O vício é simplesmente uma condição de escravidão pessoal ao senhor Satanás.
4) Pã — Demônio da mente. 
Causa doenças mentais, depressão, tendências suicidas, colapsos nervosos e sentimento de rejeição
Você já reparou que quando uma pessoa fica deprimida, ou se sente rejeitada, ela se volta para as drogas ou para o álcool para aliviar seu sofrimento emocional
Ela então fica dependente de uma ou mais substâncias. 
Vê como um demônio pode levar uma pessoa a outro demônio
faz as pessoas se sentirem deprimidas, de forma que caem sob a influência de Rege, o demônio do ocultismo e das drogas, e este, por sua vez, leva as pessoas a Baco, o demônio dos vícios e das dependências. 
É um grande círculo, no qual os demônios tentam prender as pessoas para sempre.
5) Medit — Demônio do ódio, assassinato, matanças, guerras, ciúmes, inveja e fofocas. 
Os cristãos não deveriam ficar surpresos por essa revelação, porque sabemos que Satanás é homicida por natureza
No entanto, a maioria de nós pode ficar surpresa ao aprender que os satanistas ensinam que essa divisão do reino das trevas atinge seus objetivos por meio da manipulação de emoções como ciúme e inveja, e por meio da prática da fofoca
Não é de se admirar que a Bíblia proíba essas práticas entre os salvos.
6) Set — Demônio da morte. 
Essa divisão literalmente recebe indivíduos não salvos nos braços da morte. 
Vemos um retrato incomum dessa divisão operando em Apocalipse 6:8: "E olhei, e eis um cavalo amarelo, e o que estava assentado sobre ele tinha por nome Morte; e o inferno o seguia; e foi-lhes dado poder para matar a quarta parte da terra, com espada, e com fome, e com peste, e com as feras da terra." 
O quarto cavalo do Apocalipse, o amarelo, vem dessa sexta divisão do reino das trevas, a Divisão da Morte.
7) "Demônio Cristão" 
— Esse demônio não tem um nome definido e é o mais poderoso de todos. 
O objetivo dessa divisão é literalmente anular a igreja cristã
Ele cumpre esse objetivo desacreditando as vidas dos líderes e seguidores cristãos, para isso lançando discórdia entre os crentes e enfraquecendo a vida diária. 
Os demônios estão literalmente envolvidos ativamente nesse tipo de missão, e ela começa com o enfraquecimento da vida diária
Os demônios incentivam os cristãos a negligenciarem a leitura bíblica e a oração diárias, a se recusarem a fazer compromissos com a igreja, a fofocar, a não dar o dízimo, ou ficarem conformados e preguiçosos na vida diária com o Senhor.
Essas são as sete principais divisões do reino das trevas, cada uma das quais é liderada por um demônio poderoso
Se nossa teoria estiver certa sobre os feiticeiros invocarem demônios por meio dos "alçapões de demônios" contidos nos dois Grandes Selos dos EUA, então devemos esperar que os demônios, uma vez invocados, tentem influenciar a nação rumo ao sistema de valores de Satanás. 
Estamos vendo tal movimento nacional de atitudes e valores?
É claro que a resposta é "Sim", mas para concluir nossa posição, vamos examinar cada uma dessas sete divisões do reino das trevas novamente, examinando estatísticas nacionais relevantes que podem mostrar quão longe os Estados Unidos foram na prática de valores do reino das trevas: CONTINUA NA PARTE 2


Tradução: Marcelo N. Motta, BlogPensandoBiblicamente
Data de publicação: 9/11/2008
Transferido para a área pública em 20/6/2010
Revisão: http://www.TextoExato.com
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n2321.asp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante! Através dele terei oportunidade de aprender mais! Muito obrigado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visitas dos lugares mais distantes

CAMPANHA MUNDIAL DE ORAÇÃO 2011 EM MACAPA (AP)

Loading...

Minha lista de blogs

Aborto diga não!

Aborto diga não!
1999 - Um fotógrafo que fez a cobertura de uma intervenção cirúrgica para corrigir um problema de espinha bífida realizada no interior do útero materno num feto de apenas 21 semanas de gestação, numa autêntica proeza médica, nunca imaginou que a sua máquina fotográfica registaria talvez o mais eloquente grito a favor da vida conhecido até hoje.

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.

Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX).

Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença".

Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias.

Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.

Fonte:www.apocalink.blogspot.com