terça-feira, 4 de setembro de 2012

MAÇOM PREGA NA ASSEMBLÉIA DE DEUS


A convite do seu empregado Isamar Pessoa Ramalho, convidou o senador Mozarildo Cavalcante que é membro da Maçonaria; fato histórico na Igreja Assembléia de Deus em Roraima, um membro pregar sobre família diante de todos, contrariando assim os princípios Bíblico e o Estatuto da Igreja.     

-- Querido leitor por favor click no selo TOP BLOG (ao lado) e vote neste blogl! É  seguro, simples e rápido! Obrigado!  Adson Lins  


Diante dessa aberração muitos não acreditaram o que estavam vendo, isso foi possível do lado de fora, que saíram ao vê um episodio tão horrendo na historia da Igreja em Roraima.


LEIA TAMBÉM:




Um comentário:

  1. Aberração é o PRECONCEITO e falta de conhecimento histórico de alguns evangélicos.
    TENTAR ARGUMENTAR RELIGIÃO COM UM EVANGÉLICO É COMO JOGAR XADREZ COM UM POMBO... QUANDO CONSTATA QUE A SITUAÇÃO ESTÁ TOTALMENTE PERDIDA, ELE SEMPRE DERRUBA AS PEÇAS, DEFECA NO TABULEIRO E AINDA SAI DE PEITO ESTUFADO AFIRMANDO QUE VENCEU - E O PIOR: MUITOS ACABAM ACREDITANDO NELE !!!

    ResponderExcluir

Seu comentário é importante! Através dele terei oportunidade de aprender mais! Muito obrigado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visitas dos lugares mais distantes

CAMPANHA MUNDIAL DE ORAÇÃO 2011 EM MACAPA (AP)

Loading...

Minha lista de blogs

Aborto diga não!

Aborto diga não!
1999 - Um fotógrafo que fez a cobertura de uma intervenção cirúrgica para corrigir um problema de espinha bífida realizada no interior do útero materno num feto de apenas 21 semanas de gestação, numa autêntica proeza médica, nunca imaginou que a sua máquina fotográfica registaria talvez o mais eloquente grito a favor da vida conhecido até hoje.

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal.

Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX).

Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença".

Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias.

Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.

Fonte:www.apocalink.blogspot.com